Abraám Alonso foi apresentado como candidato da esquerda soberanista em Ponte Areas

8 de Fevereiro de 2007

Ponte Areas de Esquerda, a candidatura soberanista constituída no concelho do Condado para concorrer nas próximas eleiçons municipais, apresentou o seu candidato à presidência da Cámara num acto público perante diversos meios de comunicaçom. Abraám Alonso Pinheiro, conhecido luitador ponte-areám, será quem ocupe o nº 1 numha lista formada por vizinhança do concelho, representativa dos sectores populares e comprometida com umha viragem radical nas políticas da instituiçom local.

Operários, mulheres, imigrantes e activistas de movimentos sociais componhem umha candidatura que aspira a poder decidir a formaçom do próximo Governo municipal, apesar das dificuldades para um colectivo sem apoios nos poderes fácticos mas com o aval da trajectória das pessoas que o componhem, de contrastado compromisso com as luitas populares.

É o caso do próprio Abraám Alonso, um obreiro do metal que nos últimos anos participou activamente em iniciativas populares como a bem sucedida da Plataforma pola Retirada do Monumento a Franco ou a mais recente constituiçom da Comissom pola Recuperaçom da Memória Histórica do 36, além da sua conhecida militáncia independentista e de esquerda.

No blogue habilitado pol@s companheir@s de Ponte Areas de Esquerda pode-se consultar toda a informaçom sobre a intensa actividade que vem desenvolvendo, incluindo a publicaçom do primeiro número do seu boletim impresso e digital.

Reproduzimos a seguir as 11 razons apresentadas por Ponte Areas de Esquerda para pedir o voto do povo trabalhador em Ponte Areas:

1. Somos a primeira candidatura vicinal da esquerda soberanista apresentada na história ao Concelho em Ponte Areas. Somamos a pluralidade e a diversidade das vozes populares.

2. Somos umha candidatura formada basicamente por trabalhadoras e trabalhadores com um projecto de futuro. Como candidatura genuinamente popular, defenderemos por cima de todo os interesses da classe social maioritária, a classe trabalhadora.

3. Ponte Areas de Esquerda imporá o cumprimento dos convénios colectivos e criará emprego de qualidade.

4. Somos conscientes do papel essencial que cumpre a mulher na sociedade. Somos a única candidatura que conta com a presença de destacadas activistas na defesa dos direitos da mulher e contra os abusos e discriminaçons que padece.

5. Apostamos abertamente no futuro da juventude. A nossa candidatura defenderá os seus interesses.

6. Ponte Areas de Esquerda considera que os direitos que temos som para os fazer valer. Por isso, nom renunciaremos a reivindicar todos os direitos da classe trabalhadora. A defesa do direito de autodeterminaçom para Povo Galego é fundamental para a instituiçom municipal.

7. Defendemos em igualdade de condiçons @s nov@s trabalhadores/as que, vindo de diversas partes do mundo, se tenhem instalado na nossa comunidade. Para Ponte Areas de Esquerda @s imigrantes tenhem idênticos direitos e deveres que a populaçom “autóctone”. Comprometemo-nos a ser a sua voz no Concelho.

8. Ponte Areas de Esquerda criará umha assembleia aberta à vizinhança para debater os temas a tratar no pleno municipal. Desta maneira, o povo de Ponte Areas terá voz directa no Concelho por meio de cada concelheir@ eleit@ da nossa candidatura.

9. Somos umha candidatura vicinal, umha alternativa colectiva e plural. Carecemos de atitudes personalistas e nom potencializamos como os demais um super-candidato. Somos um projecto colectivo.

10. Ponte Areas de Esquerda nom está supeditada a directrizes alheias aos interesses do povo trabalhador. Somos umha candidatura cujo centro de gravidade é Ponte Areas.

11. Somos umha candidatura jovem, mas com imensa capacidade e sobretodo ilusom. Nom temos ataduras, só boas ideias e vontade de deixar a pele na sua aplicaçom. Contamos com um projecto de futuro.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Entrevista com Abraám Alonso Pinheiro, da candidatura municipal Ponte Areas de Esquerda. (+...)

 

Voltar à página principal