Candidatos municipais do BNG em Ponte Areas nos anos 70 e 80 apoiam candidatura de Ponte Areas de Esquerda

25 de Abril de 2007

Os candidatos à presidência da Cámara de Ponte Areas nos anos 1983 e 1987 figérom público o seu apoio à candidatura de esquerda soberanista articulada no concelho com motivo das eleiçons municipais de Maio.

Eis o texto de apoio difundido no blogue da candidatura encabeçada por Abraám Alonso:

Leopoldo Rei Durám, candidato polo BN-PG em 1979 e posteriormente em 1983 polo BNG, e Xosé Manuel González Alonso, candidato polo BNG em 1987 à Presidência da Cámara de Ponte Areas, apelamos ao conjunto da base social nacionalista a apoiar nas eleiçons municipais de 27 de Maio a candidatura Ponte Areas de Esquerda, por ser a dia de hoje continuidade e a que melhor representa o projecto sócio-político que encabeçamos nas três primeiras eleiçons municipais após o franquismo.

Pola autoridade que nos confere termos sido precursores e pioneiros do municipalismo da esquerda nacionalista neste concelho, por termos contribuído dando a cara para abrir caminho nos anos duros em que a família Castro e os seus interesses agiam com absoluta impunidade em Ponte Areas, achamos prioritário que a candidatura de Ponte Areas de Esquerda, encabeçada por Abraám Alonso, entre na Cámara municipal, para assim plasmar o nosso legado e a nossa luita contra o caciquismo e polos direitos da maioria social.

Ponte Areas, 21 de Abril de 2007

Acçom de protesto contra a privatizaçom do serviço de limpeza

Membros de Ponte Areas de Esquerda interrompêrom o Pleno Municipal para denunciarem a privatizaçom do serviço da limpeza, decisom que conta com a cumplicidade de todos os grupos representados na Cámara Municipal ponteareá.

De facto, BNG, PSOE, PP e UCPA votáram a favor de que a empresa FCC tome conta do serviço de limpeza da localidade. Ponte Areas de Esquerda denunciou que os salários da maior parte do pessoal de limpeza é de só 560€. No blogue da candidatura soberanista e de esquerda foi pendurado um vídeo da acçom de protesto, que contou com os aplausos do público assistente ao pleno, e que reproduzimos a seguir:

 

Voltar à página principal