Apresentada em Ponte Areas candidatura municipal soberanista e de esquerda

28 de Outubro de 2006

A vila de Ponte Areas, na comarca do Condado, contará com umha candidatura municipal à margem das forças tradicionais do turnismo institucional, graças à iniciativa de diversos sectores da esquerda soberanista local, que hoje mesmo apresentárom "Ponte Areas de Esquerda" numha conferência de imprensa no Local Social Baiuca Vermelha.

Abraám Alonso, destacado militante independentista ponteareám, actuou como porta-voz de um grupo de seis pessoas, que se comprometêrom como "grupo promotor" a configurar, junto a outros companheiros e companheiras, umha lista representantiva dos interesses do povo trabalhador que se candidate à Cámara Municipal de Ponte Areas.

O perfil de esquerda rupturista e o soberanismo constituirám os sinais de identidade da candidatura, que aspira a contribuir nom apenas para umha mudança no Governo local, expulsando a extrema-direita, mas também para evitar que umha eventual coligaçom PSOE-BNG pratique o continuísmo, como está a acontecer no Governo autonómico e em diversas cámaras municipais galegas.

Ponte Areas de Esquerda estaria em condiçons de ser "a chave na mudança do Governo municipal", garantindo que um governo alternativo "seja verdadeiramente de esquerda e ao serviço da maioria social do concelho".

Abraám Alonso incidiu na falta de escrúpulos do candidato do BNG, Roberto Mera, depois do papel jogado no interior do BNG, ao atraiçoar o sector dos chamados "nom adscritos", que inicialmente representava, à primeira oportunidade que se lhe apresentou, em forma de "postinho" nos organismos de direcçom da formaçom autonomista.

Daí que o porta-voz de "Ponte Areas de Esquerda" sublinhasse a total desconfiança que Mera inspira à esquerda soberanista local, que será estrita nas exigências à configuraçom de umha maioria alternativa à extrema-direita, se a vizinhança da vila do Condado der o apoio suficiente à candidatura soberanista e de esquerda.

Também a populaçom imigrante estará representada em "Ponte Areas de Esquerda", segundo garantiu Abraám Alonso, que também se comprometeu a manter informada a base social sobre o processo que agora começa, que culminará com a apresentaçom de umha candidatura que já transmite optimismo aos sectores que nom se sentem representados polos partidos do sistema nas suas diversas variantes.

 

Voltar à página principal