Audiência Nacional cita três militantes de NÓS-UP para declarar sobre a queima de um boneco do rei espanhol

18 de Janeiro de 2008

NÓS-Unidade Popular informa hoje no seu web nacional da citaçom recebida por três dos quatro militantes detidos no dia 6 de Dezembro no fim de umha manifestaçom convocada por Causa Galiza em defesa do direito de autodeterminaçom.

O juiz da Audiência Nacional espanhola Grande-Marlaska cita para o dia 29 de Janeiro os três militantes de NÓS-UP para provavelmente os imputar do delito de "injúrias à Coroa", acusando-os de terem queimado um boneco de madeira que representava Juan Carlos de Bourbon.

Semelhante 'delito' é punido no Estado espanhol com penas de prisom de entre 6 meses e 2 anos. Neste caso, nengum dos três citados foi detido durante a acçom simbólica antimonárquica, mas depois da manifestaçom, numha rua de Vigo.

NÓS-Unidade Popular anunciou que convocará umha concentraçom solidária em frente das instalaçons da Audiência Nacional para o mesmo dia 29 de Janeiro, disponibilizando para tal autocarros de várias cidades galegas.

 

Voltar à página principal