Autocarro ultra contra o galego foi enxotado de Narom

21 de Fevereiro de 2008

O autocarro fretado por "Galicia Bilíngüe" para percorrer a Galiza em defesa da supremacia espanhola chegou hoje a Narom, situando-se à entrada de um conhecido centro comercial. Aginha se juntou em torno dele um grupo de pessoas a reclamar que se fosse embora com o seu discurso antigalego.

A reacçom dos ultras foi agressiva, tentando agredir umha rapariga das que se concentrárom contra a presença do grupo de provocadores de extrema-direita. O autocarro foi rodeado por numerosa polícia, chegando a contabilizar-se 4 carros zeta, umha carrinha e mais de 8 membros da brigada de informaçom.

Apesar da cobertura policial ao colectivo pró-espanhol, o autocarro foi pintado por alguém com um sprai. A polícia, como é costume, identificou as pessoas concentradas em defesa da nossa língua, ameçando-as com denúncias por "concentraçom ilegal".

Afinal, o autocarro foi-se com menos de 10 assinaturas recolhidas. Porta-vozes de "Galicia bilíngüe" culpárom as "coacçons" das pessoas concentradas do fracasso, já que no pouco tempo que estivérom no lugar recebêrom mais negativas para assinar do que assinaturas efectivas.

 

Voltar à página principal