Condenas por 'injúrias ao exército' contra jovens independentistas

16 de Junho de 2008

O site da organizaçom juvenil BRIGA informa da sentença dos tribunais de Ponte Vedra em relaçom à denúncia realizada polas Forças Armadas espanholas contra três jovens independentistas que se manifestárom contra a propaganda militarista nas ruas dessa cidade do sul da Galiza.

A sentença absolve um dos jovens dos dous delitos denunciados, 'maltrato' e 'injúrias', e condena um rapaz e umha rapariga do segundo desses delitos, impondo-lhes o pagamento de multas de 2.190 euros a cada um.

Apesar da injustificada condena contra o exercício da liberdade de expressom, BRIGa manifesta no seu web umha "satisfaçom relativa", já que "estas multas som umha portagem de passagen obrigada para a juventude que denúncia o papel histórico e actual do exército espanhol. Enmarcadas nos delitos contra a honra, a origem decimonónica e retrógrada desta legislaçom nom impede que esteja interessadamente empregada pola judicatura pontevedresa: A palavra assassino aplicada a um militar é umha definiçom, nom um insulto, e nunca deveria dar lugar a multas astronómicas como as que mostra a sentença".

Mais informaçom sobre este e outros processos repressivos contra a juventude galega no web de BRIGA.

 

Voltar à página principal