Acidentes laborais em alta: mais 7% no último ano

28 de Janeiro de 2008

Segundos dados sindicais (da UGT), o número de acidentes laborais aumentou em 2007 na Galiza em quase 7 pontos (6,76%, exactamente), o que confirma a nula incidência do novo governo na Junta para deter as tendências históricas nesse ámbito do mercado laboral galego.

O número de acidentes aumentou em todos os sectores de actividade, mas foi nos serviços e na indústria que se atingiu o máximo, com 9,19 e 9,17% respectivamente. A seguir, ficárom a construçom e a agricultura.

Dentro das negativas tendências gerais, o estudo da UGT salienta a diminuiçom das mortes (menos 2,56%) e dos acidentes graves (menos 12,12%). A própria central espanhola, apesar da sua proximidade das posiçons do PSOE, considera que o governo bipartido nom fijo nada para mudar o panorama laboral galego, caracterizado polos mais elevados índices de sinistralidade da Europa ocidental.

 

Voltar à página principal