Iniciativas estudantis contra a mercantilizaçom do ensino e em solidariedade com o povo basco

13 de Novembro de 2007

A entidade estudantil da esquerda independentista, AGIR, continua nestas primeiras semanas de aulas nas universidades galegas com a sua actividade de denúncia do saque neoliberal que sofre o sistema educativo galego. A subida das taxas, a segregaçom das pós-graduaçons e os crescentes défices democráticos som algumhas conseqüências imediatas da adaptaçom do sistema universitário da Galiza ao chamado Espaço Europeu de Ensino Superior, segundo denuncia AGIR na sua campanha.

Assim, os diversos cámpus compostelanos som palco de actuaçons reivindicativas sobre a precarizaçom da vida académica e dos serviços aos e às estudantes, incluída a deterioraçom física dos espaços, apesar dos aumentos, um ano mais, nas taxas pagas por esses mesmos e essas mesmas estudantes. Faixas, murais, grafítis, reparto de propaganda e a participaçom nos protestos estudantis som algumhas das actuaçons específicas de AGIR, segundo informa no seu web nacional.

Conferência em solidariedade com Euskal Herria na Corunha

O estudantado independentista organiza também nesta mesma semana umha conferência com o militante comunista e abertzale Iñaki Gil de San Vicente na Corunha, aproveitando a visita do camarada basco ao nosso país, convidado polo nosso partido para participar em três actos comemorativos do 90 Aniversário da Revoluçom Russa.

A palestra organizada por AGIR será no dia 15, quinta-feira, no Salom de Graus da Faculdade de Direito da Universidade da Corunha, às 13 horas, e será dedicada a expor situaçom de intensa repressom que sofre o povo basco na luita polos seus direitos nacionais e sociais.

Mais informaçons sobre a actualidade do trabalho em defesa de um ensino galego, público e e de qualidade no web de AGIR.

 

Voltar à página principal