Homenagem na Corunha ao guerrilheiro antifranquista Gomes Gaioso

8 de Novembro de 2007

O colectivo promotor do novo centro social corunhês, que leva o nome do guerrilheiro antifranquista José Gomes Gaioso, torturado e assassinado pola ditadura espanhola em 1948, realizou no passado sábado dia 3 de Novembro umha homenagem no cemitério de Santo Amaro.

O acto de homenagem contou com a participaçom de meia centena de pessoas, entre elas os poetas Celso Álvares Cáccamo, Mário Herrero Valeiro, José Alberte Corral e Ramiro Vidal Alvarinho, os cantores Míni e Mero, e a cantora Marinha, integrantes do célebre grupo A Quenlha.

Manuel Monge, em nome da Comissom pola Recuperaçom da Memória Histórica da Corunha, lembrou a figura de Gomes Gaioso e de outros combatentes antifascistas caídos em similares circunstáncias durante a longa luita contra a ditadura militar espanhola.

A Internacional e o nosso Hino Nacional servírom para concluir o acto em Santo Amaro, dando passagem a um jantar no próprio Centro Social Gomes Gaioso, actualmente em obras de condicionamento prévias à sua inauguraçom na cidade da Corunha.

Todas as informaçons sobre este e outras actividades do colectivo que promove o novo centro social corunhês, no seu blogue.

 

Voltar à página principal