Acidente no terminal de Repsol na Corunha: novo aviso sobre os riscos que afronta Reganosa

1 de Agosto de 2007

Um novo acidente no terminal marítimo de Repsol YPF no cais da Corunha voltou a pôr em evidência os riscos de actividades perigosas em áreas habitadas. Desta vez, foi um incêndio que alarmou as pessoas que moram na zona, pola altura que chegárom a atingir as labaradas.

Nom é a primeira vez que tem que ser activado o plano de emergência interno num complexo industrial corunhês, existindo precedentes na refinaria, e incluindo desta vez o corte do tránsito na zona, depois de que os operários nom conseguissem apagar inicialmente o fogo. A extinçom do incêndio levou 30 minutos, o tempo que demorou a arder o combustível afectado polas chamas.

Este novo acidente vem lembrar os riscos reais de instalaçons como a de Reganosa em Mugardos, que carece das mínimas garantias de segurança em caso de um acidente grave. De facto, existem precedentes recentes em diferentes países de explosons em centrais de tratamento de gás, com resultado de centenas de mortes. É o caso da central de gás em Chongging, na China central, em 2003, onde morrêrom quase 200 pessoas.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

Junta da Galiza dá aval político para o início de actividades de Reganosa (+...)

Nova concentraçom popular em Ferrol contra a entrada de gaseiros de Reganosa (+...)

Êxito da mobilizaçom popular: 5.000 em Ferrol contra Reganosa (+...)

[Vídeo] Imagens da jornada de luita popular e de violência policial (+...)

Polícia espanhola toma o centro de Ferrol, ataca concentraçom popular e detém um mínimo de três pessoas (+...)

Resposta repressiva militar à exemplar luita popular contra Reganosa (+...)

Centenas de pessoas mobilizárom-se em Ferrol contra Reganosa (+...)

Ferrol: convocam concentraçom contra Reganosa este sábado ao meio-dia (+...)

Reganosa: bomba-relógio em período de provas. (+...)

Reganosa, UPG e burguesia trasanquesa celebram conjuntamente a chegada do primeiro gaseiro a Mugardos. (+...)

Ferrol: PSOE recorre à violência policial para defender os interesses de Reganosa. (+...)

Populaçom trasanquesa barra por duas vezes o acesso de um perigoso gaseiro à planta de gás. (+...)

Incêndio num depósito lembra riscos da planta de gás em Mugardos (+...)

Planta de gás em Mugardos: Junta da Galiza defende as ilegalidades e a ameaça ambiental de Reganosa (+...)

 

 

Voltar à página principal