Contundentes ataques da resistência patriótica iraquiana ao imperialismo

18 de Janeiro de 2004

A guerrilha patriótica iraquiana continua a opor umha forte resistência à ditadura militar estrangeira imposta polos EUA e os seus aliados. Nas últimas horas, ataques diversificados ao longo do país tenhem causado dúzias de baixas mortais entre as forças ocupantes e sipaias, se bem poderiam ter sido atingidas também pessoas alheias aos interesses imperialistas devido à ferocidade dos ataques.

Na mesma manhá deste domingo, 37 pessoas morrêrom e muitas mais ficárom feridas após umha forte explosom no centro de Bagdad. Um carro armadilhado com 500 kg de explosivo guiado por um ou umha activista suicida causou a contundente acçom em frente mesmo do palácio que actualmente é usado como quartel-general norte-americano e residência do vice-rei ianque no Iraque, Paul Bremer, que afinal saiu ileso do ataque. Confirma-se contarem-se dous cidadaos norte-americanos entre os mortos, funcionários do Departamento da Defesa ianque. Trata-se do ataque guerrilheiro que mais mortes tem causado desde o início da invasom imperialista.

No dia anterior, três soldados norte-americanos e dous colaboracionistas iraquianos fôrom mortos num ataque a bomba contra um posto de patrulha no norte da capital. Também em Taji, a 30 quilómetros de Bagdad, dous soldados estado-unidenses ficárom feridos ao serem atingidos por umha bomba.

O número de militares ianques mortos polas acçons patrióticas ultrapassou já o meio milhar, a maior parte delas após o "fim da guerra" decretado por Bush. Som já mais vítimas das que os EUA tinham sofrido na Primeira Guerra do Golfo e na invasom do Afeganistám juntas.

Para além da morte de pessoas inocentes no confronto, cuja responsabilidade corresponde na íntegra às forças ocupantes, a forte resistência oposta polas forças patrióticas iraquianas som a melhor notícia para os povos que no conjunto do Planeta se vem ameaçados pola tentativa hegemonista dos EUA na sua estratégia de atingir o domínio total do mundo.

 

Voltar à página principal