Continuam caindo efectivos dos exércitos ocupantes no Iraque

31 de Março de 2004

A resistência patriótica iraquiana matou hoje mesmo cinco soldados, seguramente norte-americanos, num ataque a bomba contra o carro em que viajavam, na província de Al Anbar, a Oeste da capital.

O comando ianque recusou-se a revelar a nacionalidade dos soldados mortos, que venhem somar-se à lista de colaboradores e membros das forças de ocupaçom vitimados pola guerrilha iraquiana no passado fim de semana. Assim, no domingo, um membro civil das forças británicas e um canadiano fôrom mortos a tiros quando estavam a caminho de uma estaçom de energia eléctrica em Mosul, ao receber o comboio em que viajavam umha rajada de disparos com armas automáticas. Também em Mosul, um veículo militar norte-americano foi atingido por umha granada-foguete.

Num outro ataque na mesma cidade de Falluja, um carro com soldados ianques foi atingido por fogo guerrilheiro, ficando destruído e morrendo um número indeterminado de ocupantes. A vizinhança do bairro festejou massivamente o ataque, arrastando os corpos carbonizados dos soldados mortos polas ruas, amarrados com cordas.

De outra parte, a ministra curda para Obras Públicas do Governo fantoche iraquiano, Nisreen Mustafa al-Burwari, escapou de um ataque guerrilheiro no norte do país, segundo confirmou o comando imperialista.

Soldados espanhóis ficárom também feridos no passado fim de semana, após tentarem rebentar umha manifestaçom de desempregados. @s manifestantes defendêrom-se lançando pedras aos veículos blindados das forças ocupantes espanholas, que utilizárom armas de fogo frente as pedras com que fôrom recebidas mais umha vez polo povo iraquiano.

Voltar à página principal

 

Guerrilheiro iraquiano fotografado em Falluja