Propaganda imperialista: EUA inaugura um canal televisivo em árabe para o Oriente Médio

14 de Fevereiro de 2004

Um novo canal de TV via satélite, financiado polo governo norte-americano, começa neste sábado as suas transmissons no Oriente Médio. O novo canal de TV em língua árabe, chamado Al Hurra ("O Livre"), tem escritórios em várias capitais da regiom e um orçamento de mais de 60 milhons de dólares ianques.

O presidente estado-unidense, George W. Bush, afirmou já que o objectivo do novo canal é contornar o que ele chama de "propaganda odiosa", em referência à informaçom independente oferecida por algumhas das principais televisons regiom. Mais concretamente, a Al Hurra pretende constituir-se em alternativa ao canal de TV Al Jazeera, que começou a se projectar internacionalmente durante a ofensiva norte-americana no Afeganistám, em 2001, fora da mordaça informativa imperialista.

Porém, o porta-voz da Al Jazeera, Jihad Ballout, já declarou que "será preciso um pouco mais do que um novo canal por satélite para mudar a opiniom pública árabe sobre os Estados Unidos". O jornal sírio Tishrin foi ainda mais contundente. "Esse novo canal é parte de um projecto para recolonizar a pátria árabe que os Estados Unidos pretendem implementar por meio de umha política de (oferecer) o bastom e a cenoura", afirma um editorial da citada publicaçom. O jornal libanês Daily Star, por sua vez, questiona por que os Estados Unidos continuam "insultando" os países árabes.

Umha das primeiras atracçons da Al Hurra vai ser umha entrevista feita com o presidente Bush que, segundo a Casa Branca, vai permitir que ele tente convencer o povo árabe sobre o que di ser o seu comprometimento com o avanço da paz e da democracia no Oriente Médio.

 

Voltar à página principal