Resistência iraquiana atinge um novo helicóptero e ianques matam umha criança a tiros

14 de Janeiro de 2004

Soldados dos Estados Unidos disparárom contra um carro na capital do Iraque, causando a morte do motorista e de um meninho de 10 anos. De acordo com a família das vítimas, as mortes acontecêrom depois que um veículo militar foi atingido pola explosom de umha bomba ontem, quando um soldado morreu.

O tiroteio ocorreu na rua Palestina, perto do Ministério do Petróleo, quando o automóvel ultrapassou dois Humvees que realizavam umha patrulha, dixo Wijdan Abdel Wahab, cujas duas irmás, dous sobrinhos e umha sobrinha se encontravam no carro. Quando passou o comboio, um dos Humvees foi atingido pola explosom. Os soldados que estavam no outro veículo começárom entom a disparar de maneira indiscriminada, dixo Wijdan.

A mulher dixo que o seu sobrinho Mustafa Jamal Shaikly, de 10 anos, e o motorista da família, identificado apenas como Haider, morrêrom no local. A mae de Mustafa, Istabraq, de 30 anos, assim como a sua tia Hayam, de 40 anos, ficárom gravemente feridas.

Entretanto, a resistência fijo cair um sétimo helicóptero norte-americano, desta vez um Apache, em Habbaniya, a cerca de 80 quilómetros ao Oeste de Bagdad. Segundo as fontes militares ianques, o aparelho, que geralmente transporta duas pessoas, caiu por razons ainda nom conhecidas, se bem que essa fosse a resposta nos seis casos anteriores, acabando por confirmar-se sempre terem sido atingidos pola guerrilha patriótica.

Lembremos que na quinta-feira passada, um helicóptero Black Hawk foi derrubado pola resistência na cidade de Faluja, matando todos os nove tripulantes. As forças estado-unidenses já perdêrom portanto sete helicópteros por acçons hostis desde o fim formal da guerra, em acçons que deixárom cerca de cinqüenta soldados mortos.

 

Voltar à página principal

 

Aparelho semelhante ao sétimo derrubado pola guerrilha iraquiana