Ataques contra umha esquadra e Mossul e contra veículos ianques entre Tikrit e Kirkuk

31 de Janeiro de 2004

A actividade guerrilheira continua ascendente no Iraque, com ataques a esquadras policiais e directamente às tropas ocupantes norte-americanas e de outros estados presentes no país.

Hoje mesmo explodiu um carro armadilhado às portas de umha esquadra de Mossul, no Norte do Iraque. Umha primeira contagem fala de nove pessoas mortas, sendo duas delas polícias, e meia centena de feridos e feridas. No carro ia um motorista suicida que o conduziu contra o prédio, fazendo ruir a fachada e destruindo o rés-do-chao.

Trata-se do ataque mas potente registado na cidade, se bem a polícia colaboracionista tem sido repetidamente golpeada por acçons da resistência.

E as tropas ianques continuam a sofrer baixas. Três soldados fôrom mortos ao sofrerem um ataque entre as cidades de Tikrit e Kirkuk. Os soldados estavam a desactivar um artefacto explosivo quando um segundo os atingiu.

É-nos impossível fazer seguimento de todas as acçons da resistência iraquiana. Na última semana, tenhem caído soldados ingleses e ianques, além de tropas sipaias iraquianas, e as bombas explodem diariamente em lugares diversificados do país. Também as tropas imperialistas continuam a reprimir e intimidar a populaçom iraquiana, que dá cobertura à guerrilha patriótica.

 

Voltar à página principal