El Mundo obligado a rectificar umha intoxicaçom informativa contra o independentismo catalám

18 de Janeiro de 2004

Segundo fijo público o organismo anti-repressivo catalám Alerta Solidária, o jornal espanhol El Mundo terá que rectificar umha suposta "informaçom" que sob o título de "o apoio de independentistas cataláns à ETA" publicou em Setembro de 2002.

Nela, comentava-se a detençom de três independentistas cataláns com afirmaçons que, segundo a sentença que acabou de ser ditada, "nom correspondem à realidade".

Na "notícia" figuravam nomes e apelidos, fotos e afirmava-se a ligaçom das pessoas detidas com a organizaçom armada independentista basca ETA. Agora o diário El Mundo é condenado a pagar os custos do processo e a publicar um escrito de rectificaçom, como antes já aconteceu a meios como El País e La Vanguardia.

É habitual os meios espanhóis desrespeitarem o código deontológico no tratamento informativo das esquerdas independentistas, com absurdas e intoxicadoras afirmaçons sobre supostos adestramentos no País Basco e outras delirantes "informaçons" que na Galiza conhecemos bem. Menos habitual é os meios serem judicialmente punidos como agora acontece, o que é motivo de satisfaçom para qualquer verdadeiro democrata.

Voltar à página principal