18.000 pessoas nas ruas de Bilbau em defesa dos direitos das presas e presos bascos

4 de Janeiro de 2004

Quase 20.000 pessoas saírom às ruas da capital biscainha para reivindicar a repatriaçom dos presos e presas bascas e o respeito dos seus direitos por parte dos estados espanhol e francês.

O movimento basco pró-aministia animado pola esquerda abertzale convocou esta manifestaçom para ontem, dia 3 de Janeiro, numha jornada de chuva e frio que nom impediu que 18.000 pessoas tomassem as ruas da cidade basca em defesa dos presos e presas políticas bascas dispersadas em cárceres do Estado espanhol e francês.

Representantes do citado movimento lembrárom que qualquer soluçom autêntica do conflito que enfrenta basc@s e espanhóis passa polo reconhecimento da condiçom e direitos d@s prisioneir@s polític@s bascos, que a dia de hoje continuam a sofrer todo o tipo de vexames por parte dos aparelhos repressivos de ambos estados. Torturas, dispersom e reclusons para além do que a própria legislaçom permite som constantes, segundo reconhecem diversos organismos autónomos internacionais, bem como a morte nas estradas de familiares obrigad@s a viajar centenas ou milhares de quilómetros para visitar durante umhas horas as pessoas presas.

O ex-preso independentista Enrike letona dirigiu umhas palavras aos milhares de pessoas congregadas, agradecendo a entrega do povo basco à causa da amnistia e denunciando o papel jogado pola Constituiçom espanhola que agora cumpre 25 anos, negadora de direitos colectivos e individuais. Letona reclamou a repatriaçom dos presos e as presas e a sua incorporaçom à dinámica soberanista empreendida polo povo basco, como primeiro passo prévio à necessária amnistia para os 700 bascos e bascas presas em prisons espanholas e francesas.

 

Voltar à página principal