MANIFESTAÇOM DE AGIR EM ORTIGUEIRA CONTRA A GUERRA

O passada quinta-feira 20 de Fevereiro, convocada por AGIR, celebrou-se na vila de Ortigueira um paro e umha manifestaçom estudantil contra a iminente intervençom imperialista dos USA no Iraque.
O paro foi total nas aulas do Bacharelato do IES Ortigueira e só a atitude fascista e autoritária do director do centro impediu que a convocatória fora secundada pol@s estudantes da ESO, que fôrom ameaçados com abrir expedientes de expulsom.
A manifestaçom à que assistirom perto de 60 estudantes partiu do centro às 11da manhá e percorreu durante mais de umha hora as ruas de Ortigueira, cortando durante vários minutos o principal acesso à vila. Sobre as 12:30 a manifestaçom chegou até o Concelho, no qual se conseguiu entrar chegando até o mesmo gabinete do alcaide que foi sementado com propaganda alusiva à guerra. Inclusive alguns e algumhas manifestantes colocárom ao presidente da cámara, -militante do PP-, propaganda contra a intervençom ianque e a atitude submissa do governo espanhol. Depois de repetir a acçom em vários carros de concelheiros do PP deu-se por concluido o acto.
Esta é a primeiro iniciativa pública da organizaçom estudantil da esquerda independentista em Ortigueira após a constituiçom da Assembleia Local há umha semana.
Segundo fontes de AGIR esta mobilizaçom forma parte da campanha que o estudantado do MLNG está realizando ao longo do país contra a guerra.




Voltar à página principal