Os três militantes de AGIR já estám livres

A última hora da tarde os três militantes de AGIR detidos hoje pola polícia espanhola após participar num corte de tránsito para chamar a atençom sobre a catástrofe nacional, fôrom libertados. Para a organizaçom estudantil do MLNG o movimento de massas e a presom popular contra os responsáveis políticos da maré negra fôrom determinantes para que os julgados agilizássem a saída dos três estudantes revolucionários.
Embora nom tenham que passar a noite na esquadra policial, diversas iniciativas de agitaçom e propaganda AGIR estám denunciando a detençom de Daniel, Joám e Sérgio. Em Compostela realizou um corte de tránsito na Porta do Caminho contra a repressom policial que sofre a esquerda independentista; na Corunha, Burela, Ponte-Vedra e Ferrol realizou-se colada de cartazes e pintadas.

Represom contra AGIR

Detidos três militantes da organizaçom estudantil independentista
Hoje, por volta da umha da tarde, fôrom detidos em Compostela, três militantes da organizaçom estudantil do MLNG. Daniel Lourenço Mirom, Responsável Nacional de Organizaçom, Sérgio Pinheiro Pena, Responsável Nacional de Relaçons Externas, e Joám Bagaria Fra, do Conselho Local de Compostela, permanecem na esquadra da polícia da capital da Galiza após a sua detençom quando circulavam tranquilamente polas ruas do casco velho.

Segundo fontes de AGIR a sua detençom tivo lugar por participarem numha concentraçom da assembleia de estudantes de História que realizou um corte de tránsito na praça da Galiza em protesto pola situaçom de passividade das autoridades espanholas na crise nacional provocada polo Prestige.

Estas mesmas fontes informárom que hoje de tarde prestarám declaraçom, mas que nom se aguarda a sua posta em liberdade até amanhá quando sejam levados aos julgados.
AGIR realiza um apelo ao conjunto do estudantado galego a responder a esta nova agressom contra a organizaçom estudantil da esquerda independentista, enquadrando esta vaga repressiva numha tentativa de obstaculizar a realizaçom da III Assembleia

Nacional prevista para esta fim de semana.
Coincidindo cum acto político que hoje às 8 da tarde realiza NÓS-UP em Compostela a prol da liberdade de expressom AGIR convoca posteriormente nesse mesmo lugar umha concentraçom para solicitar a liberdade de Joám, Daniel e Sérgio.


Voltar à página principal