MANIFESTO DO COMITÉ CENTRAL DE PRIMEIRA LINHA
Liberdade para os três militantes independentistas catalans
Contra a repressom do capitalismo espanhol
Solidariedade cos camaradas de Endavant (OSAN)

A detençom de três militantes da esquerda independentista catalá os dias 26 e 27 de Setembro forma parte da estratégia repressiva que a oligarquia espanhola leva aplicando nos últimos anos contra os movimentos de libertaçom nacional e social de género da Galiza, Catalunha e Euskal Herria.

A detençom de Alex, Oriol e Francesc, os dous primeiros militantes da organizaçom socialista de libertaçom nacional ENDAVANT, co qual Primeira Linha mantem fraternas relaçons, é umha tosca montagem policial, -(estám acusados de colaborar com ETA)-, enquadrada nas necessidades do PP por criminalizar o pujante movimento independentista catalám. As insultantes declaraçons, claramente fascistas, da delegada do Governo espanhol na Catalunha, Julia Garcia Valdecasas, sobre o movimento de libertaçom nacional catalám, som parte da intoxicaçom informativa espanhola, que conta co colaboraçom e/ou cumplicidade dos meiosde comunicaçom, para isolar socialmente a esquerda patriótica e revolucionária catalá.

Perante o incremento das luitas nacionais, operárias e populares a burguesia responde com mais repressom. A aprovaçom da Lei de Partidos e a posterior suspensom de Batasuna, o estado de excepçom encuberto em vigor em Euskal Herria, ou as novas medidas anunciadas de modificaçom do Código Penal co fim de endurecer penas e recortar os direitos d@s pres@s e detid@s, assim como o aumento em mais de 20 mil efectivos das forças repressivas (Guardia Civil, Policia Nacional), ou de juizes e fiscais, contribuem a desenhar o futuro imediato que a oligarquia espanhola está preparando: esmagar toda a dissidência política para poder destruir completamente as liberdades formais e os direitos laborais alcançados pola classe trabalhadora em décadas de luita operária e popular.

Primeira Linha solicita a imediata liberdade para Alex, Oriol e Francesc, e manifesta a sua incondicional solidariedade com @s noss@s camaradas catalás de ENDAVANT (OSAN), co conjunto do movimento de libertaçom nacional, coas suas famílias e amizades.


Em nome do Comité Central de Primeira Linha

Carlos Morais
Secretário Geral


Galiza, 28 de Setembro de 2002


Voltar à página principal