Assembleia Fundacional da Gentalha do Pichel, nova associaçom cultural reintegracionista compostelana

29 de Janeiro de 2004

A Gentalha do Pichel culminará o seu processo de fundaçom o próximo 31 de Janeiro. Após dous meses de preparaçom as pessoas que promovem este projecto, que pretende agrupar todas as compostelanas e compostelanos decididos à fazer activismo cultural na cidade e comarca, dam por finalizado o seu processo de constituiçom o próximo Sábado no auditório do Museu do Povo Galego.

Começou com umha conversa informal de quatro jovens compostelanos num café e em pouco mais de dous meses a Gentalha do Pichel já tem 30 sócias e sócios. O tempo precedente à assembleia serviu para somar esforços, empenho e vontades que ponhem em andamento um ambicioso projecto cultural para Compostela.

Os referentes:

A Fundaçom Artábria de Ferrol, Alto Minho em Lugo, A Revolta em Vigo ou as mais recentes Reviravolta de Ponte Vedra e Galeguiza de Ponte Areas. Projectos culturais autogeridos que apostam pola abertura de espaços livres onde defender e potencializar a cultura galega.

A actividade da Gentalha do Pichel centra-se em quatro aspectos da cultura que consideram principais:

- A defesa da cultura tradicional galega, mas também da criaçom cultural como algo primordial para a sobrevivência de todo o que nos caracteriza como galegas e galegos.

-O vínculo com a natureza, por estar a cultura da Galiza muito ligada à sua terra e por considerar a preservaçom e respeito do meio imprescindíveis.

-A História como melhor arma de futuro, recuperar a memória histórica, a dignidade de sermos galegas e galegos, de falarmos na nossa língua e de pertencermos a um povo com umha história injusta que temos vontade de mudar.

-A língua galega como bilhete de identidade, realizando todas as actividades na nossa língua e reivindicando o nosso espaço no ámbito cultural de fala galego-portuguesa.

Tudo de um ponto de vista compostelano, de Compostela e para Compostela, centrando-se especialmente nas tradiçons e costumes locais da capital galega e a sua comarca.

Actividades:

Aliás de debater sobre os princípios, objectivos e fins da associaçom, esta Assembleia Fundacional servirá para aprovar umha planificaçom de actividades para este ano que vai da organizaçom de roteiros, cursinhos ou charlas até a celebraçom da Festa da Língua do 17 de Maio ou um festival no verao.

Na actualidade já estám em andamento iniciativas como a campanha de dignificaçom da figura de Ángelo Casal, cursos de dança tradicional e pandeireta e canto, as foliadas semanais ou a participaçom no Entruido com umha comparsa própria.

Por último a Gentalha do Pichel está a dar os primeiros passos para dotar-se de um centro social onde desenvolver plenamente grande parte da sua actividade.

O programa da Assembleia é o que se reproduz a seguir:

11:00/11:30 Acreditaçons
11:30/11:45 Discurso de Abertura
11:45/12:00 Debate e aprovaçom do Regulamento
12:00/12:45 Exposiçom, debate e aprovaçom do Regulamento de Organizaçom e Funcionamento
12:45/13:00 Intervalo
13:00/13:30 Leitura, debate e aprovaçom da Planificaçom do Trabalho para o 2004
13:30/14:00 Eleiçom do Conselho Geral
14:00/16:00 Jantar
16:00/ 16:30 Debate e aprovaçom das resoluçons
16:30/17:00 Intervençons das associaçons e/ou entidades convidadas
17:00 Discurso de encerramento e canto do Hino Nacional

E a partir das 19.00 grande Foliada no Café Embora, R/ Trás Sam Fiz de Solóvio 2, Cidade Velha, Compostela.

Voltar à página principal