Os 80.000 milhons de pts do mausoléu para @s afectad@s pola maré negra
Suspensom das obras da Cidade da Cultura

Enquanto dezenas de militantes independentistas venhem mantendo desde o passado 28 de Novembro umha greve de fame para solicitar a modificaçom da Ordenança Geral de Meio Ambiente Urbano, o governo municipal do PSOE-BNG endurece as medidas repressivas contra o exercício da liberdade de expressom. A Polícia Local acossa, persegue e requisa a propaganda política contra a maré negra, contra o PP, em solidariedade com @s afectad@s pola catástrofe nacional que padece o país, editada polas entidades do MLNG coa impunidade dumha legislaçom antidemocrática e a cumplicidade dos meios de comunicaçom.

A Galiza está a viver umhas das maiores crises sociais, económicas e ecológicas da sua história por obra e graça da criminosa lógica do sistema capitalista no que só primam os critérios de rendibilidade económica sobre os interesses d@s trabalhadores/as, os povos e as mulheres; umha crise de incalculáveis dimensons provocada pola passividade e ineptidom das autoridades espanholas e pola falta de soberania e meios das nossas costas.

Agora venhem os caritativos políticos de sempre a pôr desculpas e tentar pôr remendos:
-Trabalham com buques européus porque os espanhóis nom tenhem meios de segurança marítima avançados. Às e aos galeg@s nom nos deixam tê-los.
-Situam umha empresa amiga e corrupta, TRAGSA, a fazer negócio com a recolhida do vertido.
-Inçam as costas de militares quando o salvamento das rias depende do valor e sapiência d@s noss@s marinheir@s.
-Som incapazes de traer partidas orçamentares especiais da sua cara Uniom Europeia.
-E queixam-se da falta de recursos ... quando o governinho galego confessou que vai gastar 80.000 milhons de pesetas na construçom da Cidade da Cultura (com o apoio do que chamam oposiçom). Alguém sabe para que vale essa obra? Alguém sabe em que vai beneficiar a nossa cultura? Alguém sabe porque cobra milhons um arquitecto que nem cumpre com os seus compromissos e diz que trabalha para Fraga? Muito simples: a obra vai beneficiar a política de fogos de artifício da direita espanhola de Fraga e Bugalho mentres Galiza é -literalmente- ARRASADA polo fuelóleo. Vamos-lho permitir?

Espanha é a nossa ruína!
Adiante por umha Galiza independente, socialista e nom patriarcal!

 


Voltar à página principal